Atendimento

0

Fabricação própria

de equipamentos

Envios

para todo o Brasil

Segurança

loja oficial

Pague com cartão

em até 12x sem juros

Pague com PIX

e ganhe 5% de desconto

08/01/2024

Cervejas Kosher - Você já ouviu falar?

Cervejas kosher são aquelas que são produzidas e processadas de acordo com as leis judaicas dietéticas chamadas kashrut. Para que uma cerveja seja considerada kosher, ela deve cumprir vários critérios que incluem os ingredientes, o processo de produção e, em alguns casos, a época do ano em que é produzida. Vamos detalhar esses critérios:

Ingredientes Permitidos: Os ingredientes básicos da cerveja tradicional – água, malte de cevada, lúpulo e levedura – geralmente são considerados kosher. No entanto, cervejas que contêm aditivos, como sabores ou corantes, ou produtos derivados de uvas, requerem ingredientes aprovados por uma autoridade kosher.

Equipamentos e Produção: As instalações e os equipamentos usados para fabricar cervejas kosher não devem ser usados para produzir alimentos que não são kosher, ou devem ser cuidadosamente limpos e kosherizados entre as produções. Isso evita a contaminação cruzada com substâncias proibidas pelas leis de kashrut.

Certificação: Uma cervejaria que deseja ter seus produtos certificados como kosher deve submeter-se à supervisão de uma agência ou autoridade rabínica, que inspeciona tanto os ingredientes quanto o processo de produção. Se tudo estiver em conformidade, a agência emite um certificado e permite que o produto leve um selo de kosher, como o OU, OK, KSA, Star-K, entre outros.

Cervejas de Passover (Pessach): Durante o feriado de Pessach (Páscoa Judaica), as leis dietéticas tornam-se ainda mais rigorosas. Os judeus observantes não consomem nada que contenha grãos fermentados ou levedados, conhecidos como chametz. Isso inclui a cevada, um dos principais ingredientes da cerveja. Portanto, cervejas para Pessach são feitas com substitutos de grãos, como a quinoa ou o sorgo, que não são considerados chametz.

Cervejas Não Pasteurizadas: Alguns rabinos também consideram importante que a cerveja não seja pasteurizada com equipamentos usados para pasteurizar produtos lácteos, para evitar a questão da mistura de carne e leite, que é proibida pelo kashrut.

Ingredientes de Origem Animal: Qualquer ingrediente de origem animal, como gelatina usada para clarificar a cerveja, deve ser substituído por alternativas kosher ou omitido.

Embora muitas cervejas comerciais sejam intrinsecamente kosher devido à sua simplicidade de ingredientes, a presença de um certificado kosher pode ser um fator decisivo para os consumidores judeus observantes. No entanto, para muitos tipos de cerveja artesanal, especialmente aquelas que incluem aditivos incomuns, a certificação kosher é essencial para garantir que elas possam ser consumidas sem preocupações por aqueles que seguem uma dieta kosher.

Sim, existem cervejas com certificação kosher disponíveis no Brasil. A certificação kosher para cervejas significa que os ingredientes utilizados e o processo de produção atendem aos requisitos das leis dietéticas judaicas. Aqui estão alguns pontos sobre cervejas kosher no Brasil:

Marcas Internacionais: Algumas marcas internacionais de cerveja que têm certificação kosher podem ser encontradas no mercado brasileiro. Estas cervejas são importadas e frequentemente possuem um selo de certificação kosher no rótulo.


Cervejarias Artesanais: A microcervejaria Don Gentilis, localizada em Pinhais, na área metropolitana de Curitiba, obteve reconhecimento internacional como produtora de cervejas que cumprem com as diretrizes dietéticas judaicas, recebendo o selo kosher. Esse selo é uma indicação de que os produtos estão em conformidade com as leis de consumo alimentar da tradição judaica ortodoxa. A certificação foi emitida em novembro pela entidade de certificação kosher dos Estados Unidos, a Organized Kashrut, assegurando aos consumidores que as cervejas da Don Gentilis seguem os padrões exigidos para serem consideradas kosher.


Comunidade Judaica: Em áreas com comunidades judaicas significativas, como São Paulo e Rio de Janeiro, é mais provável encontrar cervejas com certificação kosher. As lojas especializadas nessas comunidades podem oferecer produtos importados e locais que possuem a certificação.


Eventos e Festivais: Durante festivais judaicos e outros eventos culturais, pode-se encontrar cervejas kosher como parte dos produtos disponíveis para o público observante.


Certificação e Rotulagem: Para uma cerveja ser considerada kosher, ela deve ter um certificado de uma autoridade rabínica reconhecida. Os consumidores devem procurar por rótulos que contenham símbolos de certificação kosher, como o OU (Orthodox Union), OK, KSA (Kosher Supervision of America), entre outros.


Ingredientes e Produção: A cerveja em si é frequentemente kosher por natureza, uma vez que seus ingredientes principais (água, malte, lúpulo e levedura) são normalmente kosher. No entanto, certos aditivos ou processos, como o uso de clarificantes de origem animal ou a produção em equipamentos compartilhados com produtos não kosher, podem requerer supervisão rabínica.

Para consumidores interessados em cervejas com certificação kosher no Brasil, é recomendável pesquisar em lojas especializadas, perguntar nas comunidades judaicas locais ou consultar rabinos e organizações que administram certificações kosher para orientação sobre onde encontrar esses produtos. A disponibilidade pode variar dependendo da localização e da demanda.