Atendimento

0

Fabricação própria

de equipamentos

Envios

para todo o Brasil

Segurança

loja oficial

Pague com cartão

em até 12x sem juros

Pague com PIX

e ganhe 5% de desconto

04/12/2023

O Fascinante Mundo das Imperial Stouts

No vasto universo das cervejas, as Imperial Stouts se destacam como verdadeiras obras-primas da arte cervejeira. A palavra "imperial", conforme definida pelo Dicionário Merriam-Webster, sugere algo "de tamanho ou excelência superior ou incomum". Essa descrição encaixa-se perfeitamente nas Imperial Stouts, especialmente nas versões americanizadas. Nos Estados Unidos, a cultura de fazer tudo em grandes proporções se reflete claramente nesse estilo de cerveja, onde encontramos uma quantidade massiva de grãos e cargas generosas de lúpulo em proporções quase épicas.

A excelência das Imperial Stouts no estilo americano é subjetiva e depende do gosto pessoal, mas seu caráter intenso e poderoso é indiscutível. Comumente, essas cervejas apresentam um teor alcoólico de 10% ou mais e um nível de IBUs (Unidades Internacionais de Amargor) que às vezes chegam perto de três dígitos, tornando-as dignas de respeito e admiração.

Sua origem remonta a Londres, pouco antes da virada do século XIX. Inicialmente, a Imperial Stout era uma versão mais forte do porter, um "stout porter", com maior densidade e proporção de lúpulo, destinado à exportação para os países bálticos. Um exemplo famoso dos primórdios é a Thrale’s Entire, que infelizmente não existe mais. As versões contemporâneas de Imperial Stout no estilo inglês, como a Samuel Smith's, tendem a ter um caráter um pouco mais focado no malte e exibir ésteres frutados pronunciados, em comparação com suas contrapartes americanas.

As versões americanas das Imperial Stouts podem ser vistas como versões turbinadas de suas precursoras britânicas, com amargor, torrefação e teor alcoólico notavelmente aumentados. Em alguns casos, o resultado é um caos controlado; em outros, uma clara demonstração da arte do cervejeiro em harmonizar uma variedade de elementos distintos em um todo complexo e unificado através da ciência da cervejaria.

Usando uma base de maltes pales, como a maioria dos estilos de ale, as Imperial Stouts americanas também incorporam quantidades generosas de maltes especiais, como chocolate, cevada torrada e black malt, conferindo-lhes uma cor de semi-opaca a opaca, um aroma intensamente torrado e um perfil de sabor generoso. Ocasionalmente, encontramos exemplos que remetem aos "stout porters" antigos, com um leve aspecto ácido devido ao uso de água de cerveja contendo certos sais minerais ou grandes quantidades de grãos especiais ácidos.

Notas torradas de chocolate, expresso e até mesmo torrada queimada são comuns neste estilo, acompanhadas por frutas escuras e diferentes níveis de lúpulo. A frutuosidade geralmente dá lugar ao amargor agressivo do lúpulo e à doçura residual do malte.

Visualmente, essas cervejas são um abismo negro. Embora algumas exibam um matiz avermelhado profundo, a maioria é quase opaca, com uma espuma marrom média que pode ser ligeiramente fraca devido aos altos níveis de álcool.

No paladar, uma miríade de sabores compete por atenção, incluindo maltes intensamente torrados, amargor do lúpulo – mais amargor do que sabor propriamente dito – e alguma doçura semelhante a caramelo ou melaço, criando um equilíbrio complexo de sabores que são bastante agressivos. Junte isso a uma sensação na boca densa e espessa, com bastante calor de álcool, e você tem uma cerveja que é épica em todos os aspectos. Geralmente não muito carbonatadas, essas cervejas proporcionam um final suave e agridoce, com algum amargor residual do lúpulo no fundo da boca e uma lenta queimação alcoólica.

Devido ao seu caráter intenso, escuro e intimidador, é apropriado que os exemplos mais populares e cobiçados desse estilo – alguns dos quais são produzidos apenas uma vez por ano – tenham nomes como Dark Lord, Storm King e Yeti.

Um aviso aos apreciadores: estas cervejas não são para serem subestimadas. Em vez disso, experimente combiná-las com uma sobremesa de chocolate e descubra um lado mais suave e sutil da fera.