Atendimento

0

Fabricação própria

de equipamentos

Envios

para todo o Brasil

Segurança

loja oficial

Pague com cartão

em até 12x sem juros

Pague com PIX

e ganhe 5% de desconto

07/01/2024

Serie Escolas Cervejeiras: Escola Alemã

A Escola Alemã de cerveja é conhecida por sua tradição, qualidade técnica e eficiência, embora seja frequentemente criticada por sua falta de espaço para a criatividade, devido à Lei da Pureza (Reinheitsgebot), que restringe os ingredientes da cerveja a água, malte, lúpulo e levedura.

A Lei da Pureza (Reinheitsgebot)

A Reinheitsgebot foi uma lei promulgada pelo duque Guilherme IV da Baviera, em 23 de abril de 1516. A lei da pureza da cerveja instituiu que a cerveja deveria ser fabricada apenas com os seguintes ingredientes: água, malte de cevada e lúpulo. A levedura de cerveja não era conhecida à época, mas hoje é aceita dentro dos parâmetros da lei, que constitui um dos mais antigos decretos alimentares da Europa.

Estilos de Cerveja Alemães

  1. Pilsner: Este estilo de cerveja é conhecido por sua coloração amarelo claro a amarelo ouro profundo, com um aroma marcante de malte que remete a pão. O aroma e sabor de lúpulos nobres podem existir em níveis baixos a médio-baixo. O corpo é médio e o teor alcoólico varia de 5,1% a 6,1%.

  2. Schwarzbier: Este é o estilo mais escuro das cervejas alemãs, com um sabor mais amargo. É leve e seu teor alcoólico fica em torno de 5%.

  3. Märzen: Este estilo é uma cerveja de cor âmbar, com aromas delicados de tosta. O paladar é equilibrado entre o dulçor dos maltes e o amargor do lúpulo, com uma textura cremosa.

  4. Berliner Weisse: Este é um estilo de cerveja de trigo, conhecido por sua acidez refrescante e notas de frutas cítricas e maçã verde. É leve em corpo e teor alcoólico, tornando-se uma opção popular para o clima quente.

  5. Bock: Este estilo é conhecido por sua cor escura, corpo forte e sabor rico e maltado. O teor alcoólico é geralmente alto, muitas vezes excedendo 6,5%.

  6. Rauchbier: Este estilo é caracterizado por seu sabor defumado, que é obtido através do uso de malte defumado durante o processo de fabricação.

  7. Weiss: também conhecida como Weizenbier, é um dos estilos mais clássicos da Escola Alemã de cerveja e conquistou o mundo. Originária da Alemanha, mais especificamente da região da Baviera, a Weissbier é uma cerveja de trigo que pertence à família Ale e é conhecida pela refrescância e pela coloração amarela turva. Esse estilo também é muito popular na Alemanha, especialmente na Bavária, onde a Weissbier surgiu. Para ser uma típica Weissbier, são necessários ao menos 50% de malte de trigo, podendo ser completado com malte de cevada. Mas algumas cervejas têm quase o total de trigo em sua receita. Há ainda outras características que variam, como as especiarias usadas e até a filtragem. Já a graduação alcóolica gira em torno de 5% a 6%. A tradicional Weiss alemã é conhecida como Hefeweizen, porque ela não é filtrada. Isso dá à bebida uma aparência turva, por conta da levedura em suspensão ou (Hefe) que ficam no fundo da garrafa. Quando a cerveja de trigo é filtrada, ela recebe o nome de Kristallweizen, pois sua aparência fica translúcida, cristalina. A Weiss tem seu copo especial, o Weizen, que é alto e estreito, com a boca larga para acomodar a espuma densa e cremosa. É fácil identificar uma cerveja de trigo pelo tom amarelo palha, característico do grão. Tradicionalmente essa bebida costuma ser turva, por conta das proteínas e da levedura. O visual fica completo com um colarinho branco e denso, e a espuma cremosa. A Weissbier é uma cerveja refrescante e saborosa, com notas frutadas e condimentadas provenientes da levedura e do trigo. É uma ótima opção para os dias mais quentes e para quem aprecia cervejas mais leves e aromáticas.

    A Tradição da Cerveja na Alemanha

A Alemanha é o segundo país que mais consome cervejas, perdendo apenas para os tchecos. Cada alemão consome, em média, 110 litros por ano. São mais de 1350 cervejarias, responsáveis por mais de 5 mil marcas. A maioria das cervejas alemãs tem graduação alcoólica entre 4,7 e 5,4% – embora alguns tipos (Bockbier e Doppelbock) possam ter até 12% de teor alcoólico.

A Escola Alemã é a mais conhecida no mundo. O fato dos alemães terem instituído a Lei da Pureza, que exigia dos Bávaros a utilização de somente ingredientes de primeira qualidade (água pura, malte de trigo e ou cevada, lúpulo e levedura) foi sem dúvida um salto rumo à qualidade.

A Alemanha é reconhecida pela qualidade de suas cervejas e pela forma como trata essa bebida milenar. Foi nesse país que se descobriu por volta do século XV a tão famosa cerveja Lager. Feita por meio do processo de baixa fermentação, esse tipo de cerveja surgiu pela necessidade de resfriar a cerveja como forma de mantê-la fresca.

A Escola Alemã abrange a Alemanha, a Áustria e a República Tcheca. Além disso, cervejas produzidas com outros ingredientes que não apenas malte podem ser muito boas! A escola alemã é responsável pelo estilo de cerveja mais consumido no mundo, além de possuir uma lealdade à cultura regional e à cerveja local, onde cada cidade, vila ou bairro tem uma micro cervejaria.

Em resumo, a Escola Alemã de cerveja é uma tradição que se mantém viva até hoje, com uma rica variedade de estilos e uma dedicação à qualidade que é reconhecida em todo o mundo.